Quando estive em Curitiba no início do mês jantei em um restaurante do hotel Nomaa, o Nomade, e de cara já adorei o decor do hote, com muita madeira clara, influência escandinava,  pequeno, moderninho e cozy!

Fiquei sabendo que o nome do hotel faz referência ao Noma, restaurante na Dinamarca que foi considerado pela revista “Restaurant” o melhor do ano de 2014.

 

hotel em curitiba nomaa

A RECEPÇÃO DO NOMAA

lareira curitiba hotel

MADEIRA, TONS CLAROS E PEDRA PARANÁ NA LAREIRA

O clima intimista da recepção do Nomaa vai para o restaurante, que tem poucas mesas, e serve um brunch delicioso, coordenado pelo chef Lênin Palhano!

 

camarão rosa prato nomade

RISOTO DE CAMARÃO ROSA DO CHEF LÊNIN PALHANO

Estive lá à noite, provei várias entradas muuuito boas para compartilhar e um risoto de camarão rosa perfeito! Para voltar várias outras vezes!

 

VEJA MAIS SOBRE O NOMAA AQUI.

patio batel palco 2017

Quem acompanha o Instagram @vivianerfeitosa e o Insta Series deve ter visto que estive nos dias 4 e 5 de abril, em Curitiba, no Patio Batel Fashion Walk, para desfiles e bate papo sobre tendências com as meninas de estilo da Vogue Brasil: Donata Meirelles, Bárbara Migliori, Sílvia Rogar e Camila Garcia.

A convite do mall, fui para a capital paranaense para conhecer o Patio, que promove pela terceira vez este evento! Deem uma olhada na instalação do palco principal, com aves e sons de floresta, além de telões para que todos pudessem assistir o evento sob vários ângulos. A organização e todas as ativações simultâneas nas lojas – Valentino, Bergerson, Mixed, Louis Vuitton, Versace – foram impecáveis! Espero retornar para as próximas!

desfiles patio batel fashion walk

Dos desfiles, o que a equipe Vogue deixou bem claro foi o revival dos anos 80 para mulheres de todas as idades!

E como sabemos que música e moda estão sempre unidas, em meio a todas as produções, liguei meu Shazam e registrei as músicas-delícia abaixo. Para começar a ouvir JÁ!

GOSTOU? SIGA AQUI NO SPOTIFY !

Há tempos que ouço falar da importância do colágeno para a firmeza da pele. Na dermato Laura Furlani, do IDL, eles servem um suco de colágeno com sabor menta e abacaxi delicioso, mas eu nunca tinha provado a versão em balas de goma. Em uma viagem para Miami, a dra Laura, que é super antenada nos lançamentos, trouxe essa da marca Olly Vibrant Skin para mim!


Fui provar só hoje e ela é daquelas que de quebra sacia a vontade por doce, já que ela tem sabor de blueberry e romã. A indicação é que sejam tomadas duas por dia apenas, sem líquido, mas a vontade é de matar o pote!

Orientada pela dra Laura, eu perguntei a uma amiga nossa que é nutricionista, a dra Letícia Ferreira sobre a bala de colágeno. Olha o que ela detalhou: “a bala contém peptídeos bioativos de colágeno, que proporcionam absorção e ação no organismo de forma mais eficaz. O colágeno é um dos maiores recursos do corpo quando se trata de manter a umidade e elasticidade da pele. É interessante essa reposição pois a sua produção é reduzida naturalmente com a idade”.

Postei no Insta Series e depois dei um Google para quem tem interesse em comprar e não encontrar a marca no Brasil.

Na sexta-feira, recebi um livro de decor ( POST abaixo) e vi um ambiente, o living de Paola Ribeiro, na mostra Casa Cor 2016 do Rio, em que as telas me chamaram a atenção.


Uma delas, da artista Suzanna Schlemm, estava na parede sobre o bar e era especialmente simples.
Busquei sobre a artista e adorei saber que ela veio da área de redação publicitária, como eu, e hoje faz essas telas incríveis! Um texto no seu site descreve bem seu trabalho : “as histórias que suas pinturas nos contam falam de assuntos que já nos habitam: ver sua pintura é olhar para dentro de nós mesmos”.

 

Um pouco sobre a artista:

Formada em Comunicação, antes de se voltar para pintura foi redatora publicitária. Em 2001 se mudou para Nova Iorque para estudar pintura e inicar o que acabaria se tornando sua segunda carreira. Em NY, Suzanna montou seu próprio currículo, escolhendo seus professores e escolas, sempre focada na prática e na técnica. Aproveitou ao máximo a efervescência da cidade: foi aluna período integral da Faculdade de Belas Artes New York Studio School, onde ganhou múltiplas bolsas de estudo. Em paralelo, realizou diversos cursos de desenho, pintura e gravura em outras escolas, como a School of Visual Arts e a New York Students Art League. Mais recentemente, em 2015, passou no estreito processo seletivo para atender ao workshop do pintor Alex Kanevsky, em Madri.
Entre suas exposições podemos destacar uma individual no Northhampton Center for the Arts, em Massachussets, EUA; e duas coletivas no Centro Cultural Correios e no Parque das Ruinas, ambas no Rio de Janeiro. Teve uma série de desenhos publicada no livro “Stroke of Genius 3, The best of drawing, da Editora North Ligth Books.
Hoje Suzanna vive e trabalha em São Paulo. Suas pinturas estão presentes em coleções de todo o mundo. Sua próxima exposição individual será em Novembro desse ano, na Galeria Vila Nova, também em São Paulo.